EMEF DUQUE DE CAXIAS


       

 PROJETO POESIA FORA DA ESTANTE

      A E.M.E.F Duque de Caxias está participando do Projeto "POESIA FORA DA ESTANTE" .


 (Pesquisa de Clóvis Benevenuto)

                  Luiz Carlos Miranda Baptista (Caeco)

Caeco como era chamado pelos amigos, teve o privilégio de elencar o rol dos compositores mais respeitados no meio musical nativista e carnavalesco.

Já em sua primeira participação em carnavais, no ano de 1971, Caeco recebe o prêmio de grande vencedor da noite, no IV Concurso de Música para o Carnaval, com a marcha- rancho "Menina Linda"

                                 "Anda depressa menina linda

                                   Que a noite ainda é de Carnaval

                                   Quarta-feira sempre foi ruim

                                   Hoje sou teu e tu é só minha

                                   Linda rainha do meu Carnaval."

Em 1976, emplaca novamente com 'é tempo de amar" interpretada por Ricardo e Ariosto Moreira, vencendo o IX Concurso de Música para o Carnaval, na categoria marcha.

Caeco foi o maior vencedor na categoria marcha do Concurso de Música para o Carnaval de são Borja, entre seus interpretes preferidos para defender as suas letras podemos destacar: Cesar Lindemeyer e Jorge dornelles.

Caeco foi o primeiro presidente da escola de samba Unidos da Maria do Carmo, escola esta com seu pouco tempo de vida mas que marcou a sua história no Carnaval de São Borja.

É autor da música "Escola Grande" que é recitada até hoje em forma de oração  pelos moradores do bairro Maria do Carmo.

                                      ESCOLA GRANDE

                                       "Maria do Carmo minha padroeira

                                         Até quarta-feira nos dê força e fé

                                         Quero cantar, sambar, pular

                                         Quero viver, quero sentira a batucada

                                         Até altas Madrugadas até o dia clarear

                                         Nas tuas benções não esqueça esta moçada

                                         Que te pedem quase nada

                                         É muito pouco e podes dar

                                         Pedem apenas que este mundo louco

                                         Pare e pense um pouco antes de seguir

                                         Que saiam ás ruas nesta noite linda

                                         Pois há tempo ainda pra tentar sorrir.

Luiz Carlos Miranda Baptista (1936-2010) 

 

Trabalhos realizados pelos alunos da Profª Daniela Lago.



 

  

                PROJETO POESIA FORA DA ESTANTE

            A E.M.E.F Duque de Caxias está participando do Projeto "POESIA FORA DA ESTANTE" .
    
O Projeto “A Poesia Fora da Estante” trabalhará e desenvolverá as quatro habilidades comunicativas nos educandos através de poemas. Consequentemente serão realizadas pelos mesmos, atividades de pesquisas, análise, interpretação, exposição de ideias, composições, reescrita e reestruturação, atividades essas nas quais o aluno poderá expor suas emoções através dos recursos tão expressivos da linguagem poética. 
 
As atividades desenvolvidas Projeto Poesia Fora da Estante visam aproximar dos alunos, o Poeta e suas obras editadas, de modo a resgatar tais obras desses poetas são-borjenses que por vezes esquecidas.
A nossa escola trabalhará com as obras do poeta LUIZ CARLOS MIRANDA BATISTA.


QUEM É LUIZ CARLOS MIRANDA BATISTA?

(Texto por Prof. Ariane Ferreira)

         Luiz Carlos Miranda Batista, o CAÉCO, nasceu dia 16 de agosto de 1936, em São Borja. Casou-se, teve dois filhos, dedicou sua vida ao trabalho no campo e à sua maior paixão, cavalos.
Caéco, veio a falecer dia 16 de fevereiro de 2010 que, por ironia do destino , foi justamente no dia de carnaval, no qual o poeta participava com letras de músicas nos festivais e só parou a pedido de sua mãe.
         O poeta foi também peça fundamental nas realizações do FESTIVAL DA BARRANCA, festival que participava fielmente com suas composições. Para ilustrar ainda mais sua coleção de troféus, Caéco venceu (como letrista) algumas edições da RONDA DE SÃO PEDRO, grande festival de música nativista realizada em São Borja.
         Viveu seus últimos dias em sua residência, na fazenda que foi de seu pai, local onde Caéco passava quase que todo seu tempo. Quem o conheceu sabe, homem de poucas palavras e onde nessas expressava a marca de sua autenticidade. "Era um gaúcho nas dimensões da alma" e um amante da liberdade; simpático, irônico, gracioso com os amigos, um contador de causos.
         E CAÉCO é assim, sem esquecer do acento e como ele mesmo dizia:

"EU NUNCA FUI ALÉM DE MIM
SOU ISSO QUE SOU E QUE SEREI
SOMENTE DEUS HÁ DE MUDAR MEU TRANCO
E POR VIVER ASSIM JÁ ME AQUERENCIEI"


TRABALHANDO A POESIA EM SALA DE AULA

      Em primeiro momento foi apresentado a biografia de Caéco aos alunos, posteriormente,  sua obra.
Trabalhamos nas aulas de português, seus poemas de modo a debate-los, interpretá-los, ilustrá-los, enfim, as atividades foram diversificadas, para melhor compreensão e contato com o escritor.

MATEANDO COM CAÉCO

          Em seu único livro publicado "MATEANDO", Caéco transmite as coisas simples da vida no campo, aquilo que vivenciou e recolheu ao longo de sua vida. Ricos em linguagem regionalista, os poemas trazem um sabor campesino, original, são como orações que a rude fé gaúcha encontra cada vez que surpreende sua própria razão e vitalidade.



Trabalhos realizados pelos alunos do 6º ano com a profª: Ariane Ferreira.






4 comentários:

  1. Parabéns pelo trabalho que vocês vêm realizando.

    ResponderExcluir
  2. As professoras de Português da EMEF DUQUE DE CAXIAS estão realizando um excelente trabalho com o projeto " A poesia fora da estante",contando, também, com o auxílio da supervisão da escola e os funcionários Mirela Zolin e Clóvis Benevenuto. PARABÉNSSS A TODOS!!!!!
    Christiani Tonelotto Pizetta
    Diretora

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns A EMEF Duque de Caxias pelo excelente trabalho realizado...

    ResponderExcluir

Obrigado!